segunda-feira, 3 de outubro de 2016

A garota na janela...

A garota na janela não teme ninguém.
A não ser ela mesma.
Descobriu que é a única que pode se destruir.
Se levantar.
Se rebaixar.
Se amar.
Descobriu, que ninguém a não ser ela, sabe o que é melhor para si.
Que deve se ouvir.
Não ligar para os outros.
E se ligar, conduzirá a conversa.
A garota na janela fez de si a melhor companhia, mas convidou as estrelas para lhe acompanhar.
E quando abre a janela, lá estão as suas amigas a brilhar, assim como o seu sorriso, que espera esse momento chegar.