segunda-feira, 25 de abril de 2016

Dia do amor

Hoje é o dia do Amor.
Um dia só pra ele.
Eu desconheço totalmente.
Esse tipo de amor que pregam.
Vejo muitos corações para ilustrar.
Mas ao demonstrar, transformam- se em pedra.
Pois o amor que eu vejo, não é esse que se prega.
Para amar o outro, eu preciso me amar.
E me amando, enxergarei o amor no próximo.
Já amando o próximo, o amor ficará em mim.
Sem amor, uma relação é perdida.
Onde existe interesse para amar, eu chamo de comércio.
O amor não é assim.
Ele não conhece o fim.
O amor é eterno, quando verdadeiro.
E se amam apenas por ser o dia dele, me perdoe.
Eu prefiro recomeçar do zero.
Para amar todos os dias.