quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Tudo passa...

Tudo passa e sempre será assim
Tudo tem um fim.
Já me acostumei com despedidas.
Causar-me-ia espanto
No caso de alguém ficar.
De vontade própria.
Sem eu precisar chamar.
Como será?
Esse dia vai chegar?
A resposta eu não sei.
E nem desejo esperar.
Já que ninguém fica.
Continuarei a caminhar.