segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Virou rotina

Virou rotina sentar na varanda.
Observar as estrelas, a avenida.
E pensar na vida.

Virou rotina, pensar nos erros.
E no aprendizado que ficou.
Quem sabe algo de bom sobrou...

Virou rotina desacreditar.
Peço desculpa a quem se aproximar.
Tentei ser completa e hoje me sinto retalhar.

Virou rotina não mais sentir.
Apenas observar.
Quem me fará novamente acreditar?