sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O Pacto





Queria cuidar de você e te proteger de qualquer mal,
mais não consegui.
Como o vento a soprar, você escapou de minhas mãos,
e apenas no pensamento restou o seu sorriso, seu abraço,
seu beijo, seu toque...
Em desespero, fiz um pacto com algo que eu não conhecia,
mais sabia que me ajudaria. Pouco tempo passou, e você
logo voltou pro seu lugar, que era ao meu lado.
Não era mais o mesmo, e aquilo me intrigava.
Seus lábios já não eram tão macios, e seus abraços pareciam
querer me sufocar, não entendi. 
Pedi aos céus algo que jamais eu seria atendida, pois
meu pacto me deixou sem reação, o que eu fazia era apenas observar
que aos poucos, você estava a definhar.
A beleza sumiu, a pele enrugou... e no meu sonho, aquele do
pacto voltou, e sorrindo me disse:
'' Fiz o que me pediu,  ele é todo seu! Só não me culpe, pois 
o que nele havia de bom, ficou pra quem mereceu.''