segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Mais... é MEU!



Tá machucado,
tá magoado... mais é meu!
Tá ferido, 
tá partido... mais é meu!

Foi enganado,
foi mal tratado... mais é meu!
Foi feliz,
foi muito infeliz... mais é meu!

Ele chorou,
ele muito sangrou... mais é meu!
Ele se trancou,
ele se matou... mais é meu!

Hoje me resta lembranças, 
desse pobre coração.
Ele muito pulsou,
até que a solidão o parou.