domingo, 9 de setembro de 2012

Eu, animal


Se tomar o que é meu, 
viro um leão.
Se quero me exibir,
me transformo num pavão.

Uma águia eu sou
quando chego de surpresa.
Quando quero me proteger,
me transformo em tigresa.

Eu como melhor amiga,
me transformo em um cão.
Se quero me esconder,
viro um furão.

Com hábitos noturnos,
uma pantera eu sou.
Outrora um golfinho,
que muito nadou...

Sou como as andorinhas,
que andam em bando.
Me camuflo como cobra,
pra sair envenenando.

Animal em pele de humano,
parece algo surreal.
Na verdade, todos temos
o instinto animal.