quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Quando...



Quando sonho, desenho
Quando penso, escrevo.
Quando feliz, canto.
Quando triste, choro.

Sentimentos que se vão,
respostas que não chegam.
Angústia muito grande,
que todos logo percebam.

Escondo meus sentimentos
fazendo deles um abrigo.
Confiar em quem,
eu tenho amigos?

Prefiro a solidão
do que me enganar.
Esconder o que sinto é melhor
do que minhas lágrimas derramar.