quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Conto moderno.

Sentada, sim ela estava com aquele ar de nostalgia olhando pro nada,
só o céu escuro a acompanhava...
Pensou: hoje é o dia... e sorriu, como se algo fosse acontecer
a ponto de não fazê-la sofrer.
Olhou no relógio, era cedo ainda, e sentou na varanda...
Parecia que não tinha mais nada a fazer, olhar o tempo nublado,
e começar a chover...
Começou a lembrar dos momentos que viveu, e dos '' rolos'' que conheceu, 
começou a rir... 
Um após o outro, contando com os que teve que deixar
partir.
Se entristeceu.
De nostalgia a tristeza, um misto de sentimentos invadiu-a por dentro,
a ponto de não entender qual deles mais estava em seu pensamento.
Não sabia distinguir, qual era qual, até mesmo pelo motivo do fim
todos faziam de forma igual...
Levantou, e um banho tomou....
A sujeira saiu, e o pensamentos ruins também, e voltou a sorrir,
sem ao menos saber, o que estava por vir...
Mais isso nunca a preocupou, o que sabe apenas, é que com as 
surpresas da vida, mais forte ficou...