segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Entrega do mar



Mar esse que espalha 
água pelo oceano.
Por favor me traga
aquele que eu amo.

Pode ser num barco, 
ou numa caravela.
Por favor, chegue rápido,
alguém aqui o espera.

Seja calmo,
não o traga nas ondas.
Meu amor é delicado,
diz aquela que o sondas.

Traga-o bem rapidinho
antes de anoitecer.
Estarei a sua margem,
esperando a entrega acontecer.